O basquete feminino precisa de uma revolução. Magic Paula, agora cartola da CBB, quer uma seleção permanente e mais investimentos nas categorias de base. Ela está no caminho certo. E tem moral para sugerir isso e aquilo.